Cervicite

Entenda tudo sobre a Cervicite.

Artigo publicado por Maria nas categorias: Bem-Estar, Mulher, Saúde

Inflamações no colo do útero são comumente chamadas de cervicite, sejam quais forem suas origens. Esse tipo de inflamação pode ser causada por vários tipos de microorganismo e, em sua maioria, são causadas por doenças sexualmente transmissíveis ou após o parto. Também pode ser causada por reação ao látex da camisinha, os tampões ou espermicidas.

Sinais de que a mulher está tendo uma cervicite são: dor após o sexo ou após qualquer tipo de contato com o colo do útero, corrimento vaginal, vermelhidão e coceira no local e, em alguns casos, febre. Mas, é importante notar que muitas vezes os sinais só aparecem quando a infecção está bem avançada, enfatizando a importância de exames rotineiros junto ao ginecologista, pois essas infecções podem resultar em machucados e até na criação de tumores.

Tratamento da Cervicite

Caso a mulher sinta algum dos sintomas da cervicite, ela deve ir ao ginecologista imediatamente para um diagnóstico e tratamento. O médico irá fazer um teste para averiguar se a mulher realmente sofre de cervicite, qual a causa da inflamação e seu grau de gravidade. A primeira parte do tratamento costuma ser feita com antibióticos e pomadas para serem passadas no local da inflamação.

Cervicite

 

É importante que a mulheres sigam o tratamento até nos mínimos detalhes, pois o antibiótico deve matar os microorganismos que causaram a inflamação, e não só retirar os sintomas, as pomadas são muito usadas para suavizar as inflamações e tratar de feridas causadas pela cervicite.

Feridas

No caso da mulher ter ficado com feridas maiores no colo do útero, após o tratamento ela deve passar por uma cauterização para fechar as feridas. Essa cauterização é muito importante porque a ferida aberta pode levar a outras inflamações, dores e pode até mesmo levar uma infecção ao sangue ou a outros locais do organismo. A cauterização é um procedimento simples que pode ser feita na própria clínica do seu ginecologista.

Após a cauterização, a mulher ainda deve passar pomadas ginecológicas no local cauterizado e se abster de relações sexuais por aproximadamente quinze dias, para que a ferida não se abra e para que a mulher fique totalmente livre dos problemas que podem ser causados pela cervicite.

Comente!




*Campos obrigatórios